Vidaria atinge 100 relatos sobre o sentido da vida e coletânea de histórias ganha as páginas de um lindo livro

Em breve, mais detalhes sobre o lançamento do 'Vidaria, uma coletânea de sentidos da vida'
Capa do livro: ‘Vidaria, uma coletânea de sentidos da vida’: em breve informações sobre o lançamento

Quando eu criei o Vidaria, em julho de 2013, eu não fazia a menor ideia de quanto tempo o blog ia durar ou quantas entrevistas sobre o sentido da vida eu faria. Certamente eu não imaginava que, um ano e meio depois, anunciaria não só que cheguei aos 100 depoimentos publicados, mas que 40 deles estarão nas páginas de um lindo livro em breve.

E é muito feliz que digo: logo mais o “Vidaria – uma coletânea de sentidos da vida” estará prontinho, em parceria com a Editora Autografia, para quem quiser ler as histórias que reescrevi e textos inéditos que preparei com muito carinho.

Em breve postarei mais detalhes sobre o livro e o lançamento, porém, propagandas e comemorações à parte, eu queria aproveitar este texto para falar um pouquinho dos “bastidores” desse projeto que me move há um ano e meio.

É que apesar de em 2013 eu não esperar que um dia faria este post, como é recorrente na vida, momentos que não esperamos chegam.

Ter chegado aos 100 depoimentos é, de certa forma, muito importante para mim. Apesar de eu não ter traçado nenhuma meta quando comecei o blog, com o passar do tempo eu estipulei a mim mesma que ao menos 100 entrevistas eu faria – e não anunciei nada a respeito porque é aquela coisa, quantas vezes não decepcionamos a nós mesmos?

Confesso que por alguns momentos cheguei a pensar que o dia de hoje jamais chegaria. E questionei algumas vezes o porquê de eu gastar meu tempo, um bem tão precioso, colhendo os depoimentos. Não seria melhor eu parar de filosofar sobre a vida e ir aproveitar a única que eu tinha?

Acontece que, apesar do trabalho que dá manter o blog ativo, produzir as entrevistas sempre me fez sentir estar “aproveitando a minha vida”. Conversar com pessoas de diferentes realidades sobre o mundo e a existência é para mim uma das coisas mais legais de se fazer. Sempre saio das conversas com a impressão de que aprendi muito. As histórias das pessoas me dão “energia” e inspiração para seguir em frente.

Porém, apesar do prazer em colher as entrevistas, no começo eu tinha grande insegurança em compartilhar as histórias na internet, no Facebook. Era constante eu pensar comigo mesma algo como: ‘e se ninguém gostar? E se ninguém quiser ler? O que adianta eu fazer algo que me faz bem, mas não é útil para outras pessoas?’

Por sorte, amigos começaram a me dar um retorno positivo sobre os posts. Diziam gostar de ler as histórias e me estimulavam a não parar de fazer o Vidaria. Desconhecidos que acham os textos pela internet também passaram a comentar, o que me deu estímulo para seguir em frente.

E é por isso que eu aproveito este texto para agradecer a cada um dos que me apoiam e ajudam a seguir em frente, com elogios, dicas e sugestões. Todos vocês são muito importantes para que o post de hoje pudesse ser escrito.

Também não posso deixar de agradecer a todos que aceitam compartilhar suas histórias e abrem seus corações para falar de seus sentimentos mais profundos. Sem os depoimento, obviamente, o Vidaria jamais existiria e a minha vida hoje faria um pouquinho menos de sentido.

Por último, receber a notícia de que o Vidaria se tornaria um livro e que mais pessoas poderiam ler e se inspirar com as histórias foi um novo presente.

Gostaria de deixar aqui o meu “muito obrigada”, do fundo do coração, a todos e dizer que mais histórias continuam, até quando eu mudar de ideia, cansar, ou achar que o trabalho não faz mais sentido.

Até o próximo sentido da vida!

Anúncios

5 comentários

  1. Ai Gabi, deve ser o máximo mesmo conversar com essas pessoas! *-*
    E entendo totalmente suas dúvidas do começo, isso de “será que alguém vai gostar?”. Eu adiei de começar meu blog por isso – durante muito tempo, aliás. Mas agora eu escrevo quando dá e penso que é prazeroso pra mim, e isso que importa. É esse o conselho que te dou, mesmo não sabendo se ainda é válido, já que seu blog vai se transformar em algo tão grande!
    Parabéns pela conquista mais do que merecida. O blog é lindo e tenho certeza que assim será o livro, que já tem uma capa belíssima também.
    Mil beijos e [mais] sucesso! ❤

    • Ah, que demais Kaka! Obrigada pela mensagem! 🙂
      Seu conselho é muito válido, sim, claro! Eu acho que é isso, a gente sempre precisa nos guiar por aquilo que nos faz bem, sem se importar muito com os outros (apesar de sabermos que às vezes é difícil aprender! hahaha)
      E se de um lado não devemos nos preocupar, quando temos apoios e palavras positivas (como as que acabou de escrever) é mais fácil e dá um gás maior, né?? Obrigada mesmo e muito sucesso (seja lá o que isso significar, rs) pra todos nós! ❤
      Beijão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s