vídeo Dona Maria dos Anjos e seus 62 anos de muito trabalho: ‘o sentido da vida é trabalhar’

Maria dos Anjos diz que o que mais gosta de fazer é trabalhar
Maria dos Anjos diz que o que mais gosta de fazer é trabalhar

Dona Maria dos Anjos tem 62 anos de muito trabalho. Aposentada, ela ainda trabalha “só de vez em quando” distribuindo panfletos no farol, para não perder o costume. É o serviço que apareceu para passar o tempo. Disse que já trabalhou com muita coisa e até já pegou papel na rua (veja abaixo o vídeo com o depoimento dela).

“Eu já recebo aposentadoria, mas eu faço um ‘trabalhozinho’ assim para não ficar dentro de casa. Mas não é sempre que eu venho, não. Porque todo mês eu recebo. Então pra que eu ficar me esforçando andando aqui e ali? Só venho quando eu estou com vontade de vir, porque eu sempre trabalhei, né?”

E qual é o sentido da vida para a senhora?

“Trabalhar”

– O sentido da vida pra senhora é trabalhar?

“É. Às vezes pegar uma folga, ir na missa…”

– Mas o que a senhora mais gosta de fazer?

“Ah, trabalhar, né?”

Ela aprendeu a pegar no batente logo cedo. “Quem não trabalha é preguiçoso, gosta de vida fácil. Minha mãe me criou numa vida custosa, hoje eu não fico parada.”

Nunca se casou, porque não achou pessoa “competente” o suficiente. E nunca fez falta, disse. “Nunca casei, não. Mas tenho uma porção de filhos”. Foram seis. Um deles, porém, morreu recém-nascido.

Disse que os filhos, contudo, não dão trabalho: “Já tá tudo maduro, já. A mais nova vai fazer 21 anos.”

– Todos já trabalham?

“Tudo trabalha.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s