‘Viver não é só respirar, é comunicar, participar, discutir’, diz marceneiro de 86 anos que criou jogo de tabuada para crianças

Foto:(Reprodução/YouTube)
(Foto: Reprodução/YouTube)

O marceneiro Hermenegildo Garcia, de 86 anos, é daquelas pessoas que não conseguem ficar paradas mesmo depois de aposentadas. Essa inquietação o moveu a criar por conta própria um joguinho para estimular a criançada a aprender tabuada. A ideia deu tão certo que foi lançado um projeto para a comercialização do produto: a cada unidade vendida, uma é doada a uma criança carente.

Eu conversei com o Sr. Garcia por indicação de uma amiga, a Vanessa Fajardo, que fez a reportagem com a história dele para o G1 (leia aqui). E lá fui eu entrevistá-lo sobre a vida e seu sentido.

O marceneiro me disse que, com a chegada da velhice, tem pensado muito sobre nossa existência no mundo. “Essa resposta é coisa difícil de falar, principalmente para quem já está bem adiantado como eu. O futuro da gente não é amanhã ou daqui a dez dias. A gente está aqui e num segundo depois por não estar mais, está respirando e tem que fazer alguma coisa, procurar fazer alguma coisa. Viver não e só respirar, é comunicar, participar, discutir.”

E é por isso que, para ele, o sentido da vida está justamente em fazer as coisas acontecerem. “Eu acho o seguinte, tudo isso que eu faço é porque eu costumo dizer que eu não quero morrer antes de eu ter morrido. Esse negócio de ficar jogando dominó não é comigo, não’, afirmou.

Nascido em Mogi das Cruzes, Sr. Garcia mudou-se para a capital paulista aos 10 anos. Estudou só até a quarta série e começou a trabalhar aos 14 anos. O primeiro emprego foi em uma fábrica de sacos de juta, depois foi parar numa oficina de funilaria, trabalhou como vendedor ambulante, gerente de supermercado, já teve uma fábrica de brinquedos de madeira e, por fim, deu início ao ofício de marceneiro.

“Eu nunca fiquei parado, não. Sempre gostei de lidar com alguma coisa, inventar alguma coisa. Ou eu estou dobrando o papel ou estou fazendo qualquer coisa.”

Os joguinhos começaram a ser criados há cerca de dois anos, explicou. “Eu fiz o joguinho querendo contribuir para o aprendizado da criançada. Lido com serigrafia e tenho minha própria ferramenta que fiz aqui”, explicou.

Hermenegildo com seu filho, Fabio Garcia, que desenvolveu o marketing do jogo
Hermenegildo com seu filho, Fabio Garcia, que desenvolveu o marketing do jogo (Foto: Reprodução/YouTube)

A ideia foi abraçada por um dos filhos dele, que é publicitário, e deu o nome para o jogo de “O X da Questão”. De lá par cá o projeto já foi vencedor até de um programa do governo de Minas Gerais de estímulo ao empreendedorismo. Com o prêmio foi possível produzir 5 mil jogos.

“Agora que deu uma caminhada boa. Temos uma grande quantia de jogos e colocamos o produto no comércio”, explica Sr. Garcia.

O marceneiro, aliás, não quer parar por aí, já está bolando novos jogos para ajudar a garotada a aprender língua portuguesa e ciências. “Depois a gente vai fazer jogo sobre o corpo humano e sobre geografia, para as crianças começarem a usar o jogo no ensino fundamental.”

Durante a conversa que tive com ele, por telefone, Sr. Garcia me contou que está no terceiro casamento – as duas primeiras esposas morreram. Teve três filhos, mas também já perdeu um deles. Ele não me contou, mas no site criado para a divulgação de “O X da Questão”, há ainda a informação que ele já superou um câncer na próstata, tem artrose e ficou com apenas uma das vistas por causa da diabetes.

O jogo é encontrado à venda no site www.aprendatabuada.com.br por R$ 41,90 – lembrando que a cada uma unidade vendida, outra é doada.

Ao final da entrevista, Sr. Garcia me disse que nada acontece sem a vontade de Deus. “Às vezes a pessoa olha o mundo e vê tudo cinzento. Eu já vejo diferente, se olhar na rua e ver em volta, vai ver que o mundo não é cinza nem branco e preto, é colorido. A vida está em todas as coisas, nas pessoas, nos animais e nos objetos. É por isso que eu pratico isso que eu penso.”

Anúncios

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s