Estado de flow na escrita: como ter concentração para escrever

Escrever é um ato que exige 100% de entrega. É impossível escrever sobre alguma coisa pensando em outra. No vídeo acima, dou dicas de como conseguir se concentrar para escrever e entrar no chamado estado de flow (ou fluxo) na escrita, ou seja, atingir a inteira presença – de corpo, mente e espírito – na realização da tarefa.

Todos sonhamos em chegar ao estado de total imersão à realização de uma atividade desejada, seja ela qual for. Isso vale para tudo o que fazemos, e, obviamente, também para a escrita. 

Uma das formas de alcançar esse estado de flow ao produzir um texto é “forçar” um pouco a concentração nos primeiros minutos. Isso pode ser feito da seguinte forma: ligue um cronômetro regressivo (timer) e marque o tempo mínimo obrigatório e comece a escrever sem parar, até que o foco chegue. Nesse período, simplesmente escreva as primeiras ideias que surgirem a respeito do assunto em questão, sem se deixar interromper por julgamentos ou necessidade de corrigir o texto. Essa dica faz parte da técnica Escrita Total, do jornalista e escritor Edvaldo Pereira Lima (leia aqui e veja como fazer seu texto fluir).

Espiritualize o ato de escrever

No livro “A arte cavalheiresca do arqueiro zen”, um clássico da filosofia zen, o autor e filósofo Eugen Herrigel diz ter aprendido com seu mestre de arco com flecha que, para chegar a esse estado, é preciso que o trabalho se “espiritualize”. É o desejado momento em que a nossa existência se funde naturalmente com o ato realizado, sem que haja uma divisão entre o “eu” que faz e o “algo” que é feito. 

Tal fenômeno é chamado de flow na psicologia positiva — porém, temo que o viés dado a esse conceito às vezes é distorcido para uma busca sobrehumana por alta produtividade que, na minha opinião, nada tem a ver com o estado de fluxo criativo.

No entanto, repare que a escrita já é, por si só, uma arte que exige total presença para que seja realizada. Sem nos entregarmos completamente à atividade, o texto não sai. Não há como escrever uma coisa pensando em outra. 

Entendo que a necessidade de estar inteiramente imerso ao trabalho é o grande fator que leva muitos escritores à procrastinação. Por não conseguirmos nos concentrar, deixamos pra depois, e pra depois, e pra depois… Assim, muitos que sonham em criar um projeto que envolva a escrita (seja um livro, um blog ou textos soltos) nunca o concluem.

Como incentivo, sugiro pensarmos a escrita como um ato sagrado, como uma prática zen. Fazer isso exige disciplina. Porém, se insistirmos, nos vemos tão envolvidos no projeto que o “flow” acontece: nós, nossas ideias e as palavras se tornam uma coisa só, e o texto sai.

Quer ajuda para escrever sua história?

Fale com a Vidaria Livros! Escreva um livro sobre a sua trajetória profissional, sobre sua vida, a história da sua família ou organização. Entre em contato pelo nosso site www.vidarialivros.com.br.

Gostou desse conteúdo? Curta nossa página no Instagram e no YouTube para mais dicas sobre como escrever o seu livro.

2 comentários

  1. Oi Gabriela espero que esteja bem,
    já lhe enviei dois e-mails. a respeito de Ghost Writer
    realmente acredito em nossa história. entendo que talvez você esteja sobrecarregada ou,,não trabalha mais como Ghost Writer
    se este for o caso, se não tiver tempo para nós, consegue nos indicar um outro contato? alguém que possa nos ajudar?

    agradeço imensamente seu apoio.

Deixe uma resposta para Gabriela Gasparin Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s