Como escrever um livro de sucesso? Veja 3 elementos fundamentais

Creio que escrever um livro de sucesso seja o objetivo de todo autor(a) ou escritor(a). Afirmo isso sem hesitar porque, de acordo com a minha definição do que é sucesso, todo obra literária deveria, sim, ser bem-sucedida. Adianto que o sucesso de um livro, a meu ver, não está relacionado a ser um best-seller, estar na lista dos mais vendidos da Veja ou algo do gênero, e sim em conter três aspectos fundamentais que explico a seguir.

O que define um livro de sucesso?  

Ouso dizer que todas as pessoas que procuram a Vidaria Livros têm o intuito de escrever um livro que seja bem-sucedido, considerando os três elementos essenciais que descrevo neste texto. Antes de detalhá-los, porém, explico brevemente por que ser um best-seller não está entre eles. 

É raro, mas algumas pessoas equivocadamente ainda querem saber como se faz para escrever um livro que seja campeão de vendas e ganhe destaque nas livrarias (físicas e on-line) Brasil –  e quiçá mundo – afora. Obviamente, alcançar tamanho feito é sensacional. Entretanto, ser um best-seller deve ser consequência, e não objetivo de uma obra.

O principal motivo para isso é que não há fórmula mágica ou passo a passo para se escrever um best-seller, do mesmo jeito que é impossível prever quando algum post de rede social irá viralizar na internet. São situações simplesmente imprevisíveis, e pode ser muito frustrante ter algo com essa característica como meta.

Tanto é verdade que muitos autores que já escreveram um livro que se tornou best-seller, em seguida escrevem outros que não vendem tanto, ou vice-versa – alguns escrevem inúmeras obras até que uma, de repente, vira campeã de vendas. Obviamente não podemos considerar nesse cenário autores ou personalidades muito famosas, que vendem muito de tudo o que produzem por causa dos fãs e seguidores já conquistadas anteriormente – e não necessariamente porque usaram um método para a escrita de um best-seller. 

Outro detalhe a ser considerado é que um livro pode ser um best-seller e, honestamente, não conter os três elementos que considero essenciais para um livro de sucesso. Nesse caso, são obras puramente comerciais, que visam a atingir um público pouco exigente, nada crítico, que simplesmente segue modismos e sai comprando tudo o que está nos top 10 de qualquer coisa. 

3 características de um livro bem-sucedido

Parênteses fechados, volto ao tema central deste texto: como, afinal, escrever um livro de sucesso? Diferentemente da escrita de um best-seller, é, sim, possível e factível escrever uma obra literária bem-sucedida a qualquer momento. Para isso, é necessário que ela contenha as três características listadas abaixo:

1 – Texto bem escrito e revisado

O texto do livro precisa ser escrito com atenção e cuidado. Não recomendo, de forma alguma, que escrever o texto às pressas, de qualquer jeito, apenas pensando em publicar logo. Caso haja um prazo, tente alcançá-lo da melhor forma possível, reservando um tempo de qualidade para a escrita. Tenha alguém para editar trechos de difícil compreensão, revisar a pontuação e possíveis erros de português e de digitação. O autor não é a melhor pessoa para revisar o próprio texto porque fica com a leitura “viciada” e, consequentemente, não pega os deslizes. 

É tão gostoso ler um livro que está bem escrito, devidamente editado e revisado, com vasto vocabulário. Isso proporciona prazer ao leitor e é importante fator para o sucesso da obra. Tamanha sua importância, é um aspecto que temos trabalhado com cada vez mais afinco nas obras Vidaria Livros.

2 – Conteúdo rico e de qualidade

Embora a qualidade do texto seja crucial para o sucesso de um livro, ela sozinha não faz milagres. Você pode escrever perfeitamente bem, ser um verdadeiro expert em língua portuguesa, mas não trazer um conteúdo de qualidade, que prenda e engaje o leitor do início ao fim. 

Portanto, além de bem escrito, um livro de sucesso tem um ótimo conteúdo e uma narrativa envolvente. Aqui na Vidaria Livros trabalhamos apenas com livros de não ficção, ou seja, livros técnicos, histórias de vida, autobiografias, biografias e livros-reportagem. O desafio de engajamento pode ser muito maior quando não podemos criar um enredo repleto de altos e baixos. Todavia, mesmo assim é possível utilizar de ferramentas para manter o leitor preso à história. 

Como fazer isso? Oras, alguém que lê um livro técnico, por exemplo, busca, sobretudo, aprender algo. Dessa forma, deve-se explicar todo o conteúdo com aprofundamento, de forma clara e didática, utilizando de recursos de storytelling para deixar a leitura mais agradável. O texto não pode ser uma “farsa”, como ocorre em muitos artigos na internet, que não entregam o conteúdo prometido no título.

No caso de uma história de vida, a obra deve abranger os principais pontos da trajetória em questão, trazendo curiosidades, altos e baixos, sucesso e fracassos, enfim, toda a “humanidade” da pessoa cuja vida é retratada. 

Um livro de qualidade agrega valor a quem o lê, como conhecimento ou simplesmente um momento de descontração e prazer. Uma forma de testar esse quesito é pedir para um potencial leitor fazer uma leitura crítica do conteúdo antes de o livro ser publicado. Funciona! A pessoa dará um retorno de algum trecho que estranhou ou que não ficou muito claro. Jamais publique sem que o livro passe por uma leitura crítica de outra pessoa – de preferência, alguém do público-alvo, que possa colaborar com comentários. 

3 – Atinge um propósito ou objetivo

Propósito, objetivo, intenção. Escolha a palavra que melhor caiba dentro do seu contexto, o importante é o livro alcançar esse objetivo maior a que você se propõe com a obra. O que te moveu a escrevê-la? Identifique esse propósito e, ao final da escrita, avalie se foi atingido. Pode ser transmitir determinada mensagem ao leitor, ficar satisfeito e orgulhoso com o resultado, ter recebido um feedback positivo de quem leu, agradecendo pela escrita. Isso pode ser checado, inclusive, antes mesmo da publicação. Não se escreve um livro da noite para o dia, portanto, no decorrer da produção, avalie frequentemente se o conteúdo está satisfatório dentro do que você visa a alcançar. Caso não esteja, permita-se editar, mudar, alterar, até que isso aconteça. 

Nesse quesito, um livro é considerado de sucesso quando cumpre o objeto inicial, do momento de sua idealização, seja uma realização pessoal, a concretização de um sonho, uma meta profissional ou até mesmo estratégica de uma empresa.

Conseguiu identificar se seu livro é bem-sucedido?

Espero que tenha ficado claro o que, a meu ver, faz uma obra literária ser considerada de sucesso. Às vezes ficamos muito presos a questões de popularidade e vendas, mas no mercado literário não há espaço para que todas as boas obras se tornem best-sellers. 

Obviamente, muitas vezes investimos recursos financeiros na produção de um livro, principalmente os autores que optam pela autopublicação, e esperamos um resultado em vendas. Isso não deve ser negligenciado. Entretanto, certamente se você considerar os três aspectos citados neste texto estará colaborando, também, para um melhor desempenho em vendas – sejam elas acima do normal ou não.

Quer ajuda para escrever sua história?

Fale com a Vidaria LivrosEscreva um livro sobre a sua vida, a história da sua família, empresa ou instituição. Entre em contato pelo nosso site www.vidarialivros.com.br.

Gostou desse conteúdo? Curta a gente Instagram e no YouTube para mais dicas sobre como escrever o seu livro.

Como escrever um livro de sucesso
Como escrever um livro de sucesso

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s